terça-feira, 26 de junho de 2012

O Mundo Gira



(Imagem google)







Para além de ti e de mim
O mundo existe
E rodopia
E gira
No espaço que nos une
E aconchega
Traz calor e amor
Traz paz e harmonia
Traz luz, sol e alegria
Traz vida
Ao mundo que morre
Lentamente
Sem tempo
Neste tempo
Que passa veloz.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Há Muito Que Não Chorava



(Imagem google)







Sento-me
na varanda desse mar infindo

Pressinto a lua
no entardecer do sol
Olho ao longe o horizonte
perdido numa linha imaginária
Uma gaivota sobrevoa
a minha mente cansada
salpicos de água salgada
Recosto-me
na onda perdida no tempo
na agrura do seu lamento
As nuvens
para lá das linhas brancas
do jacto que passou,
tentam não chorar
Oscilam, deslizam, unem-se
Beijam-se
num beijo amargo
em que as lágrimas gritam

E eu
permaneço sentada
na varanda desse mar infindo.

segunda-feira, 4 de junho de 2012