domingo, 5 de junho de 2016

Doce Olhar






Sinto o calor dos teus lábios
Afagando os meus cabelos
Estremeço na emoção do prazer
Que enternece o meu sentir
Na esperança de um novo amanhecer
Sinto o cheiro do teu perfume
No abraço do teu braço em mim
O meu corpo sedento de ti

Embevecida olho os teus olhos doces
Aqueles por quem me apaixonei um dia
E cedo ao beijo há tanto desejado
Como se o tempo não tivesse tempo
E o ontem fosse o ontem passado
Neste presente que nos uniu de novo
Para que possamos continuar a viver
Esse sonho por nós ambicionado

Maria Antonieta Oliveira
05-06-2016


Sem comentários:

Enviar um comentário